ews

Swing

O swing ou troca de casais é um relacionamento puramente sexual entre casais estáveis que praticam a troca em grupo. Mas o swing não é apenas troca entre casais existem vários tipos e variantes de práticas swingers.

O swing é uma actividade social com base na prática sexual consentida entre adultos, normalmente ocorre entre casais heterossexuais. Este pode ser de diversas formas, a presença de uma mulher single normalmente é bem aceite, já os homens singles cada vez tem existido maior procura para se juntar ao casal, a homossexualidade feminina é muito comum neste tipo de actividades enquanto nos homens é abordado de um modo um pouco mais reservado.

A prática do Swing pode ser um meio de renovar a vida intima do casal, muitos procuram esta prática para assim não haver lugar a traições de ambas as partes, uma vez que o swing é feito com o consentimento dos elementos que compõem o casal, mas ter em atenção que o swing não serve de forma alguma para salvar os casamentos. No Swing não há espaço para envolvimentos sentimentais, pois a troca com amor é só do casal porque entre casais o que se tem é amizade e não há lugar para o ciúme.

No swing não pode existir impulsos ao verem os seus parceiros serem desejados e estes corresponderem com insinuações e olhares, existe algo na nossa mentalidade social que dificulta que se desprendam de certos valores, no começo é muito complicado. Sentir ciúmes no Swing é uma atitude egoísta pois isso é como querer prazer só para si mesmo, é importante saber qual o limite do prazer pois esta actividade social serve para gerar prazer e não desconfianças.

Os casais devem primeiro que tudo estar em perfeita sintonia e conhecerem o que é na realidade o Swing e antes de se iniciar na troca liberal, o casal deve estar completamente seguro na escolha que fez e que é de mutuo acordo, muitos casais que vão pela primeira vez a um clube vão com a intenção de ter uma noite de troca de prazer totalmente diferente e por vezes acabam por regressar a casa chateados, ninguém vai a um encontro de casais à procura de um amante mas sim de outros casais para conversar, conviver e relacionarem-se sexualmente.

Swing e o efeito no casamento

Há alguns que afirmam que ao fazer parte de um estilo de vida swing vai destruir o casamento. A pesquisa sobre, se o swing melhora ou piora o casamento revela que a maior percentagem pertence aos casais que praticam swing e que nos seus casamentos são muito mais felizes, a menor percentagem pertence aos casais em que o swing não faz parte do seu estilo de vida.

Conselho para aqueles que consideram iniciar no Swing

Os casais que entram no estilo de vida Swing, devem estar ambos confortáveis com a ideia. Se um dos parceiros se sente desconfortável com a ideia de ver o parceiro interagir com alguém além deles mesmos ou ter um ansiedade negativa sobre eles interagirem com alguém, o swing não é uma boa ideia. Os casais que não têm uma relação com uma base sólida, também devem evitar entrar no swing.

Gostos e Ódios

O que eu poderia gostar no Swing?

As pessoas podem ser atraídas para a comunidade, por uma variedade de diferentes razões. Muitos casais acham o pensamento de ter relações sexuais com outras pessoas muito excitantes, e pode encontrar isso no swing.

O que eu não poderia gostar no Swing?

Se ficar desconfortável com as pessoas sexualmente atraídas por você e/ou querendo interagir com você, então você pode ficar desconfortável em eventos swing, da mesma forma se o seu relacionamento com o seu parceiro está tremido, você pode encontrá-lo/a seduzindo ou a ser seduzido, poderá ser uma experiência desconfortável. Se algum de vocês ocultar o interesse em encontrar um substituto para o outro, provavelmente você está num grande desastre emocional.

Regras do Swing

Swingers têm regras que devem ser respeitadas. A primeira é tratar de todos os outros com o mesmo respeito que você deseja ser tratado/a. Esta regra aplica-se tanto no comportamento assim como na higiene adequada.

  • Você deve respeitar os sentimentos dos seus parceiros
  • A comunicação é uma prioridade
  • Respeite os outros relacionamentos
  • Ser sempre educado
  • Ser o convidado swinger perfeito
  • Segurança em primeiro lugar

 Etiqueta Swing

  • Você deve respeitar os sentimentos dos seus parceiros
  • Chegar e sair como um casal
  • Chegar a tempo
  • Seja cortês
  • Seja amigável
  • Seja conveniente
  • Responda a todos os convites de forma esclarecedora (assim manda a boa etiqueta do Swing)
  • Vá preparado
  • Usar roupa casual e ter boa aparência
  • Estar de boa saúde e ter higiene cuidada
  • Justificar e dizer não, sem criar um problema
  • Não seja agressivo
  • Tenha bom senso
  • Pratique a troca sempre em segurança

Swing prós e contras:

Prós

  • Seja verdadeiro e honesto
  • Converse com o seu parceiro, deixe que saibam os seus sentimentos
  • Seja você mesmo/a
  • Decida com clareza quais são as suas necessidades, seus interesses, desejos e fantasias
  • Use sempre protecção nas relações que envolvam penetração sexual

Contras

  • Não minta
  • Não ultrapasse os limites das outras pessoas
  • Não forneça informações pessoais até que se sinta confortável
  • Não seja rude

Dicas gerais para agradável “Swinging

No contexto Swing, os casais não precisam de ser casados. Devem no entanto, ter pelo menos um pouco de história juntos e familiaridade com as necessidades emocionais do parceiro, estarem confortáveis ao se aproximarem de outras pessoas como um casal. A regra geral é que o swing é melhor quando os casais vêm o swing como um acessório para o seu relacionamento sexual existente, ao invés de como um substituto para uma falha.

Como seria de esperar, uma boa comunicação sobre os desejos e limitações de cada um é fundamental para qualquer tentativa de swing como casal. Há muitas, muitas formas diferentes que o swing pode tomar, e qualquer uma das que você escolher é boa, desde que você e o seu parceiro saibam o que cada faz e porquê.

O ideal é estabelecer com seu parceiro alguns acordos do que querem ou não fazer e até que ponto se sentem confortáveis. Em certos casos, o casal define códigos próprios, gestos que demonstrem o quanto está a ter prazer com a experiência. Deixe bem claro quais os seus limites (quando houver), até onde cada um quer chegar. Falar sobre as suas fantasias e imaginar também cenas que gostaria de protagonizar.

Swing sempre em segurança

Este tópico foca-se nos princípios da troca segura, e sobre como tomar todas as precauções que você escolher para se sentir tão agradável quanto possível. As mais seguras precauções da troca são, obviamente, que não é necessário que você nem o seu parceiro(s) usem métodos-contraceptivos por terem alguma  qualquer coisa que você pode transmitir para o outro obviamente, não é necessário quando nem você nem seu parceiro tenham algo que possam transmitir um para o outro (assim será completamente seguro nas suas interacções com qualquer outra pessoa durante o percurso do seu relacionamento, e quando o controlo da natalidade não é um problema, etc.), mas em todos os outros casos a sua paz de espírito pode ser pressionada por fazer as suas próprias escolhas  sobre a troca segura antes do tempo.

Actividades sexuais no swing

Como pode supor provavelmente, há muitas actividades sexuais relacionadas com o swing, algumas serão comuns na maioria das partes, mas outros normalmente só irão a um evento especialmente organizado para realizar esse fetiche particular.

Sigilo absoluto

No swing, todos são cúmplices. O que acontece ali morre ali. As regras de privacidade são bem rígidas. Câmaras são terminantemente proibidas. O melhor será desligar o telemóvel, para que todos se possam sentir descontraídos. É um momento de intimidade.